Casos de COVID-19
  • USA 46,417,525
    USA
    Confirmados: 46,417,525
    Ativos: 9,388,349
    Recuperados: 36,271,327
    Óbitos: 757,849
  • India 34,202,202
    India
    Confirmados: 34,202,202
    Ativos: 163,784
    Recuperados: 33,583,318
    Óbitos: 455,100
  • Brazil 21,735,560
    Brazil
    Confirmados: 21,735,560
    Ativos: 207,043
    Recuperados: 20,922,633
    Óbitos: 605,884
  • UK 8,809,774
    UK
    Confirmados: 8,809,774
    Ativos: 1,498,112
    Recuperados: 7,172,091
    Óbitos: 139,571
  • France 7,127,163
    France
    Confirmados: 7,127,163
    Ativos: 93,408
    Recuperados: 6,916,247
    Óbitos: 117,508
  • Argentina 5,281,585
    Argentina
    Confirmados: 5,281,585
    Ativos: 17,672
    Recuperados: 5,148,062
    Óbitos: 115,851
  • Spain 5,002,217
    Spain
    Confirmados: 5,002,217
    Ativos: 58,362
    Recuperados: 4,856,669
    Óbitos: 87,186
  • Italy 4,743,720
    Italy
    Confirmados: 4,743,720
    Ativos: 74,654
    Recuperados: 4,537,210
    Óbitos: 131,856
  • Peru 2,196,259
    Peru
    Confirmados: 2,196,259
    Ativos: 1,996,176
    Recuperados: ?
    Óbitos: 200,083
  • Chile 1,683,451
    Chile
    Confirmados: 1,683,451
    Ativos: 13,689
    Recuperados: 1,632,077
    Óbitos: 37,685
  • Paraguay 460,754
    Paraguay
    Confirmados: 460,754
    Ativos: 254
    Recuperados: 444,268
    Óbitos: 16,232
  • Uruguay 392,319
    Uruguay
    Confirmados: 392,319
    Ativos: 1,709
    Recuperados: 384,537
    Óbitos: 6,073
  • China 96,840
    China
    Confirmados: 96,840
    Ativos: 603
    Recuperados: 91,601
    Óbitos: 4,636
Notícias

Covid-19: Rede CoVida aborda efeitos do isolamento na Bahia

segunda edição do Boletim CoVida – Pandemia de Covid-19 traz cenários nos quais é possível observar os efeitos positivos do distanciamento social e da redução de fluxo intermunicipal no controle da Covid-19 na Bahia. Com base nos dados sobre a evolução da doença no Brasil, os pesquisadores executaram modelos matemáticos e chegaram a resultados que reforçam a importância da manutenção das medidas de isolamento social no Estado da Bahia: houve uma redução da ordem de aproximadamente 27% na taxa de transmissão da doença.

Outro dado trazido no Boletim indica que a suspensão do fluxo em apenas 10% dos municípios baianos foi suficiente para gerar um atraso entre os picos de infecção de Salvador e demais municípios. 

Modelo Matemático adotado e limitações

Diversos modelos matemáticos estão sendo aplicados para compreender a atual pandemia de Covid-19. O Grupo de Trabalho de Modelagem da Rede CoVida adotou o modelo SIR; uma estratégia analítica produzida a partir de grupos de indivíduos classificados como Suscetíveis, Infectados e Recuperados. Uma das vantagens do modelo é a simplicidade e efetividade na modelagem de epidemias.

Os pesquisadores apontam algumas limitações dos modelos adotados no estudo. Entre elas estão os dados sobre o fluxo de pessoas em transportes urbanos, que foram capturados do IBGE de 2016, e os valores estimados pelos modelos representam o total de infectados desconsiderando os efeitos dos assintomáticos. 

Boletim concentra mais evidências científicas sobre a Covid-19

Três equipes de trabalho da Rede CoVida também trazem resultados de evidências científicas sobre a Covid-19 no Boletim. A primeira delas, do grupo Estratégias de controle e os efeitos das iniciativas de contingência, aponta que a suplementação de vitamina D não é recomendada para a prevenção ou tratamento da doença. Os pesquisadores alertam que o uso indiscriminado pode levar a casos de intoxicação.

O segundo grupo, Etiologia, Patogênese e Diagnóstico, produziu uma nota técnica sobre a proteção das equipes de assistência à saúde durante a epidemia da Covid-19. Entre as proposições trazidas estão a necessidade de identificação precoce de membros destas equipes que estejam contaminados e a adoção de parâmetros para avaliar a resolução da infecção e redução do potencial de contágio.

Por fim, o Boletim traz informações sobre o documento Aspectos Clínicos e Terapêuticos. Dinâmico e atualizado periodicamente, o resumo foi elaborado com base na leitura de mais de 80 artigos científicos, concentrando, entre outras informações, a sintomatologia dos pacientes com Covid-19. 

Rede CoVida

Rede CoVida – Ciência, Informação e Solidariedade é um projeto de colaboração científica e multidisciplinar focado na pandemia de Covid-19. A rede visa ao monitoramento da pandemia no Brasil, com previsões de sua possível evolução. Visa também à produção de sínteses de evidências científicas tanto para apoiar a tomada de decisões pelas autoridades sanitárias quanto para informar o público em geral. É uma iniciativa conjunta do Cidacs/Fiocruz e da Universidade Federal da Bahia (Ufba), com apoio de colaboradores de outras instituições de pesquisa nacionais e internacionais.