Casos de COVID-19
  • USA 25,390,042
    USA
    Confirmados: 25,390,042
    Ativos: 9,743,146
    Recuperados: 15,222,719
    Óbitos: 424,177
  • India 10,640,544
    India
    Confirmados: 10,640,544
    Ativos: 187,260
    Recuperados: 10,300,063
    Óbitos: 153,221
  • Brazil 8,755,133
    Brazil
    Confirmados: 8,755,133
    Ativos: 945,063
    Recuperados: 7,594,771
    Óbitos: 215,299
  • UK 3,583,907
    UK
    Confirmados: 3,583,907
    Ativos: 1,887,304
    Recuperados: 1,600,622
    Óbitos: 95,981
  • France 3,011,257
    France
    Confirmados: 3,011,257
    Ativos: 2,722,788
    Recuperados: 215,822
    Óbitos: 72,647
  • Spain 2,603,472
    Spain
    Confirmados: 2,603,472
    Ativos: 2,548,031
    Recuperados: ?
    Óbitos: 55,441
  • Italy 2,441,854
    Italy
    Confirmados: 2,441,854
    Ativos: 502,053
    Recuperados: 1,855,127
    Óbitos: 84,674
  • Argentina 1,853,830
    Argentina
    Confirmados: 1,853,830
    Ativos: 170,429
    Recuperados: 1,636,826
    Óbitos: 46,575
  • Peru 1,088,096
    Peru
    Confirmados: 1,088,096
    Ativos: 46,153
    Recuperados: 1,002,516
    Óbitos: 39,427
  • Chile 690,066
    Chile
    Confirmados: 690,066
    Ativos: 27,245
    Recuperados: 645,035
    Óbitos: 17,786
  • Paraguay 126,370
    Paraguay
    Confirmados: 126,370
    Ativos: 22,186
    Recuperados: 101,599
    Óbitos: 2,585
  • China 88,911
    China
    Confirmados: 88,911
    Ativos: 1,750
    Recuperados: 82,526
    Óbitos: 4,635
  • Uruguay 36,170
    Uruguay
    Confirmados: 36,170
    Ativos: 8,091
    Recuperados: 27,715
    Óbitos: 364
Notícias

Fiocruz Bahia capacita profissionais da saúde para inquérito sorológico de Covid-19

Começou, ontem (09/11), o treinamento de 92 profissionais da saúde, da Secretaria Municipal de Saúde Salvador (SMS), para realização do inquérito sorológico da Covid-19 na capital baiana. A capacitação, coordenada pela Fiocruz Bahia, será realizada até sexta feira (13/11), com aulas ministradas por pesquisadores, pós-doutorandos e estudantes de pós-graduação vinculados à Fiocruz e à Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O objetivo principal do inquérito é estimar a magnitude das infecções pelo novo coronavírus na população dos 12 distritos sanitários que compõem Salvador e analisar como a transmissão do vírus evolui na cidade nos próximos meses. A investigação será feita pela testagem de uma amostra representativa da população selecionada por sorteio. Este tipo de seleção é importante para estimar de forma mais fidedigna possível a proporção de pessoas que se infectaram pelo novo coronavírus.

O pesquisador da Fiocruz Bahia, Guilherme Ribeiro, explica que os números de casos registrados da doença representam apenas os casos sintomáticos que procuraram atendimento médico e tiveram suspeita clínica ou confirmação diagnóstica. “Uma fração dos sintomáticos respiratórios atendidos em unidades de saúde pode não ter sido notificada e uma outra fração desses indivíduos não buscou atendimento ou testagem e não pode ser notificada. Além disso, a maior parte das infecções pelo novo coronavírus é assintomática. Por isso, a contagem oficial do número de pessoas que se infectaram subestima a real quantidade de pessoas infectadas pelo vírus”, comenta Ribeiro.

Normalmente, uma população que foi muito exposta a um vírus tem uma elevada proporção de pessoas com imunidade, o que serve de barreira para a transmissão desse vírus na comunidade. Assim, conhecer a proporção de pessoas que foi exposta ao novo coronavírus vai indicar o risco de futura transmissão dele. Outro ponto importante é identificar regiões em que houve maior ou menor transmissão para ajudar a guiar ações de prevenção direcionadas para as áreas de maior risco.

Segundo Guilherme, esse tipo de investigação também tem o potencial de estimar a velocidade de propagação do vírus, quando realizado sequencialmente; identificar grupos com maior risco de se infectar; e de caracterizar as manifestações clínicas mais comuns. Além disso, pode estimar a frequência de infecções assintomáticas e por quanto tempo uma pessoa fica protegida de uma nova infecção.

Após a capacitação, a previsão da SMS é que, na próxima semana, comece a primeira etapa da estratégia de campo nas ruas sorteadas de cada Distrito Sanitário (Centro Histórico, Itapagipe, São Caetano/Valéria, Liberdade, Brotas, Barra/Rio Vermelho, Boca do Rio, Itapuã, Cabula/Beiru, Pau da Lima, Subúrbio Ferroviário e Cajazeiras). Outras três etapas estão programadas, com intervalos de 30 dias entre elas.

* Com informações da SMS