Casos de COVID-19
  • USA 89,507,083
    USA
    Confirmados: 89,507,083
    Ativos: 3,466,659
    Recuperados: 84,997,143
    Óbitos: 1,043,281
  • India 43,488,519
    India
    Confirmados: 43,488,519
    Ativos: 111,761
    Recuperados: 42,851,590
    Óbitos: 525,168
  • Brazil 32,434,200
    Brazil
    Confirmados: 32,434,200
    Ativos: 888,754
    Recuperados: 30,873,682
    Óbitos: 671,764
  • France 31,208,925
    France
    Confirmados: 31,208,925
    Ativos: 1,438,403
    Recuperados: 29,620,937
    Óbitos: 149,585
  • UK 22,741,065
    UK
    Confirmados: 22,741,065
    Ativos: 408,684
    Recuperados: 22,151,964
    Óbitos: 180,417
  • Italy 18,610,011
    Italy
    Confirmados: 18,610,011
    Ativos: 929,006
    Recuperados: 17,512,580
    Óbitos: 168,425
  • Spain 12,818,184
    Spain
    Confirmados: 12,818,184
    Ativos: 466,426
    Recuperados: 12,243,647
    Óbitos: 108,111
  • Argentina 9,367,172
    Argentina
    Confirmados: 9,367,172
    Ativos: 69,506
    Recuperados: 9,168,596
    Óbitos: 129,070
  • Chile 4,002,538
    Chile
    Confirmados: 4,002,538
    Ativos: 292,017
    Recuperados: 3,651,996
    Óbitos: 58,525
  • Peru 3,629,796
    Peru
    Confirmados: 3,629,796
    Ativos: 31,930
    Recuperados: 3,384,340
    Óbitos: 213,526
  • Uruguay 957,629
    Uruguay
    Confirmados: 957,629
    Ativos: 5,339
    Recuperados: 944,959
    Óbitos: 7,331
  • Paraguay 655,532
    Paraguay
    Confirmados: 655,532
    Ativos: 11,896
    Recuperados: 624,673
    Óbitos: 18,963
  • China 225,747
    China
    Confirmados: 225,747
    Ativos: 446
    Recuperados: 220,075
    Óbitos: 5,226
Notícias

Nota de esclarecimento sobre pesquisas mencionadas em vídeo de humor

Um vídeo tem circulado nas redes sociais, no qual é mencionado que pesquisas realizadas na Fiocruz Bahia estudam os benefícios da moqueca, dendê e pirão. Reconhecemos o valor do humor e nos sentimos agraciados pela associação da instituição com iguarias que marcam a identidade cultural da Bahia e de sua população. No entanto, preocupados com uma eventual interpretação que gere desinformação, esclarecemos que precisamente estas não são pesquisas da natureza da Fiocruz Bahia.

No vídeo humorístico, é citada uma pesquisa, que estaria em fase dois, sobre a “eficácia do dendê em nosso sangue no combate ao vírus”. Também é citada a publicação de um artigo sobre a “influência do pirão na imunidade”. Não há, na instituição, qualquer pesquisa sobre os efeitos do dendê, da moqueca ou do pirão, no sangue, na imunidade e no combate a vírus.

A Fiocruz Bahia se consolidou e é reconhecida como uma instituição de excelência para a produção de ciência, desenvolvimento tecnológico e formação de recursos humanos na área de saúde. A unidade técnico-científica originou-se do Núcleo de Pesquisas da Bahia (NEP) que, em 1957, foi incorporado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Atualmente, o Instituto Gonçalo Moniz, também conhecido como Fiocruz Bahia, tem como foco principal o estudo de doenças infecciosas, parasitárias, genéticas, crônicas e degenerativas, avaliação de indicadores de saúde pública para a implementação de políticas, bem como abordagens translacionais, incluindo tópicos como inflamação, terapia celular, vacinas, vigilância molecular e análise de grandes bases de dados. O IGM possui dois programas de pós-graduação com conceito 6, pela Capes, sendo um deles em Ampla Associação com a Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Nas doenças parasitárias, as pesquisas incluem a leishmaniose, doença de Chagas e helmintíases. Abordagens epidemiológicas norteiam os estudos sobre doenças bacterianas, como leptospirose e tuberculose, e sobre doenças virais, como dengue, zika, chikungunya, hepatites, HIV, HTLV e HPV. No âmbito das doenças genéticas e crônicas, ressalta-se trabalhos em anemia falciforme, diabetes, câncer e terapias celulares.

No último ano, diversas ações para enfrentamento da pandemia da Covid-19 foram realizadas, tendo como foco o suporte ao SUS no estado da Bahia e no município de Salvador, como a implementação da plataforma de diagnóstico para o SARS-CoV-2; apoio científico de pesquisadores a instituições do estado e do município; iniciativa da Rede CoVida; participação no Tele Coronavírus – 155, além do desenvolvimento de inúmeras pesquisas na área.

Artigos publicados em periódicos científicos de relevância mostram a inserção da nossa pesquisa no estado, reafirmando o compromisso da Fiocruz Bahia em produzir, disseminar e compartilhar conhecimentos e promover a melhoria da qualidade de vida da população, com ética e transparência, marca presente nos 120 anos de história da Fundação Oswaldo Cruz.