Casos de COVID-19
  • USA 35,745,024
    USA
    Confirmados: 35,745,024
    Ativos: 5,449,592
    Recuperados: 29,666,117
    Óbitos: 629,315
  • India 31,659,918
    India
    Confirmados: 31,659,918
    Ativos: 414,957
    Recuperados: 30,820,521
    Óbitos: 424,440
  • Brazil 19,917,855
    Brazil
    Confirmados: 19,917,855
    Ativos: 741,876
    Recuperados: 18,619,542
    Óbitos: 556,437
  • France 6,127,019
    France
    Confirmados: 6,127,019
    Ativos: 314,380
    Recuperados: 5,700,772
    Óbitos: 111,867
  • UK 5,856,528
    UK
    Confirmados: 5,856,528
    Ativos: 1,218,224
    Recuperados: 4,508,650
    Óbitos: 129,654
  • Argentina 4,929,764
    Argentina
    Confirmados: 4,929,764
    Ativos: 254,491
    Recuperados: 4,569,552
    Óbitos: 105,721
  • Spain 4,447,044
    Spain
    Confirmados: 4,447,044
    Ativos: 654,358
    Recuperados: 3,711,200
    Óbitos: 81,486
  • Italy 4,350,028
    Italy
    Confirmados: 4,350,028
    Ativos: 87,285
    Recuperados: 4,134,680
    Óbitos: 128,063
  • Peru 2,111,393
    Peru
    Confirmados: 2,111,393
    Ativos: 1,915,040
    Recuperados: ?
    Óbitos: 196,353
  • Chile 1,615,771
    Chile
    Confirmados: 1,615,771
    Ativos: 9,831
    Recuperados: 1,570,492
    Óbitos: 35,448
  • Paraguay 452,388
    Paraguay
    Confirmados: 452,388
    Ativos: 17,376
    Recuperados: 420,031
    Óbitos: 14,981
  • Uruguay 381,517
    Uruguay
    Confirmados: 381,517
    Ativos: 2,072
    Recuperados: 373,481
    Óbitos: 5,964
  • China 93,005
    China
    Confirmados: 93,005
    Ativos: 1,022
    Recuperados: 87,347
    Óbitos: 4,636
Notícias

O principal aspecto inovador da proposta é o desenvolvimento de um teste molecular rápido

Um projeto para aprimoramento do diagnóstico do novo coronavírus, coordenado pelo pesquisador da Fiocruz Bahia, Bruno Solano, foi selecionado pelo Programa Fiocruz de Fomento à Inovação. A proposta tem como objetivo encontrar soluções para acelerar o diagnóstico da Covid-19 através da otimização de métodos moleculares, que são os mais confiáveis e detectam o vírus já nos primeiros dias da infecção.

De acordo com o pesquisador da Fiocruz Bahia, Bruno Solano, um dos objetivos é desenvolver um teste que possa ser aplicado no leito do paciente e que apresente resultado rápido.

O projeto tem como principal aspecto inovador o desenvolvimento de um protótipo de teste molecular “point-of-care” baseado na tecnologia CRISPR-Cas13, que utiliza mínima infraestrutura e apresenta resultado rápido (em até 1h), em fita-teste.

Atualmente, o diagnóstico para Covid-19 é feito através do método molecular de transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase (RT-qPCR), que chega a demorar 10 dias para obter o resultado, acarretando atraso no diagnóstico, problema que atinge principalmente a região Nordeste.

Segundo Bruno Solano, a rapidez no diagnóstico da Covid-19 é de suma importância para as decisões relacionadas a giro de leitos, liberação de profissionais de saúde e indicação de isolamento social, com reflexo no controle da disseminação viral na população. Além do coordenador, participam do trabalho os pesquisadores da Fiocruz Bahia, Clarissa Gurgel, Carlos Gustavo Regis e Ricardo Khouri.

O grupo de especialistas também pretende otimizar os protocolos de RT-qPCR que têm sido um gargalo para o processamento de amostra em média e larga escala. Além disso, serão analisadas estratégias de sequenciamento rápido como alternativa de diagnóstico, usando um sequenciador portátil em tempo real (MinION), utilizado com sucesso na epidemia do vírus Zika, o que traria benefício adicional de rastreamento da origem de disseminações por portadores assintomáticos em unidades de saúde.