Casos de COVID-19
  • USA 13,137,829
    USA
    Confirmados: 13,137,829
    Ativos: 5,064,388
    Recuperados: 7,805,225
    Óbitos: 268,216
  • India 9,266,697
    India
    Confirmados: 9,266,697
    Ativos: 453,450
    Recuperados: 8,677,986
    Óbitos: 135,261
  • Brazil 6,166,898
    Brazil
    Confirmados: 6,166,898
    Ativos: 483,252
    Recuperados: 5,512,847
    Óbitos: 170,799
  • France 2,170,097
    France
    Confirmados: 2,170,097
    Ativos: 1,962,927
    Recuperados: 156,552
    Óbitos: 50,618
  • Spain 1,622,632
    Spain
    Confirmados: 1,622,632
    Ativos: 1,578,595
    Recuperados: ?
    Óbitos: 44,037
  • UK 1,557,007
    UK
    Confirmados: 1,557,007
    Ativos: 1,500,474
    Recuperados: ?
    Óbitos: 56,533
  • Italy 1,480,874
    Italy
    Confirmados: 1,480,874
    Ativos: 791,697
    Recuperados: 637,149
    Óbitos: 52,028
  • Argentina 1,390,388
    Argentina
    Confirmados: 1,390,388
    Ativos: 135,390
    Recuperados: 1,217,284
    Óbitos: 37,714
  • Peru 954,459
    Peru
    Confirmados: 954,459
    Ativos: 33,985
    Recuperados: 884,747
    Óbitos: 35,727
  • Chile 544,092
    Chile
    Confirmados: 544,092
    Ativos: 8,774
    Recuperados: 520,180
    Óbitos: 15,138
  • China 86,469
    China
    Confirmados: 86,469
    Ativos: 305
    Recuperados: 81,530
    Óbitos: 4,634
  • Paraguay 78,878
    Paraguay
    Confirmados: 78,878
    Ativos: 21,162
    Recuperados: 56,025
    Óbitos: 1,691
  • Uruguay 4,988
    Uruguay
    Confirmados: 4,988
    Ativos: 992
    Recuperados: 3,923
    Óbitos: 73
Notícias

O principal aspecto inovador da proposta é o desenvolvimento de um teste molecular rápido

Um projeto para aprimoramento do diagnóstico do novo coronavírus, coordenado pelo pesquisador da Fiocruz Bahia, Bruno Solano, foi selecionado pelo Programa Fiocruz de Fomento à Inovação. A proposta tem como objetivo encontrar soluções para acelerar o diagnóstico da Covid-19 através da otimização de métodos moleculares, que são os mais confiáveis e detectam o vírus já nos primeiros dias da infecção.

De acordo com o pesquisador da Fiocruz Bahia, Bruno Solano, um dos objetivos é desenvolver um teste que possa ser aplicado no leito do paciente e que apresente resultado rápido.

O projeto tem como principal aspecto inovador o desenvolvimento de um protótipo de teste molecular “point-of-care” baseado na tecnologia CRISPR-Cas13, que utiliza mínima infraestrutura e apresenta resultado rápido (em até 1h), em fita-teste.

Atualmente, o diagnóstico para Covid-19 é feito através do método molecular de transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase (RT-qPCR), que chega a demorar 10 dias para obter o resultado, acarretando atraso no diagnóstico, problema que atinge principalmente a região Nordeste.

Segundo Bruno Solano, a rapidez no diagnóstico da Covid-19 é de suma importância para as decisões relacionadas a giro de leitos, liberação de profissionais de saúde e indicação de isolamento social, com reflexo no controle da disseminação viral na população. Além do coordenador, participam do trabalho os pesquisadores da Fiocruz Bahia, Clarissa Gurgel, Carlos Gustavo Regis e Ricardo Khouri.

O grupo de especialistas também pretende otimizar os protocolos de RT-qPCR que têm sido um gargalo para o processamento de amostra em média e larga escala. Além disso, serão analisadas estratégias de sequenciamento rápido como alternativa de diagnóstico, usando um sequenciador portátil em tempo real (MinION), utilizado com sucesso na epidemia do vírus Zika, o que traria benefício adicional de rastreamento da origem de disseminações por portadores assintomáticos em unidades de saúde.