Casos de COVID-19
  • USA 33,418,826
    USA
    Confirmados: 33,418,826
    Ativos: 6,499,158
    Recuperados: 26,324,757
    Óbitos: 594,911
  • India 21,892,676
    India
    Confirmados: 21,892,676
    Ativos: 3,723,446
    Recuperados: 17,930,960
    Óbitos: 238,270
  • Brazil 15,087,360
    Brazil
    Confirmados: 15,087,360
    Ativos: 1,027,489
    Recuperados: 13,640,478
    Óbitos: 419,393
  • France 5,747,214
    France
    Confirmados: 5,747,214
    Ativos: 823,825
    Recuperados: 4,817,288
    Óbitos: 106,101
  • UK 4,431,043
    UK
    Confirmados: 4,431,043
    Ativos: 61,253
    Recuperados: 4,242,192
    Óbitos: 127,598
  • Italy 4,092,747
    Italy
    Confirmados: 4,092,747
    Ativos: 397,564
    Recuperados: 3,572,713
    Óbitos: 122,470
  • Spain 3,567,408
    Spain
    Confirmados: 3,567,408
    Ativos: 240,606
    Recuperados: 3,248,010
    Óbitos: 78,792
  • Argentina 3,118,134
    Argentina
    Confirmados: 3,118,134
    Ativos: 273,360
    Recuperados: 2,777,902
    Óbitos: 66,872
  • Peru 1,839,465
    Peru
    Confirmados: 1,839,465
    Ativos: 55,281
    Recuperados: 1,720,665
    Óbitos: 63,519
  • Chile 1,235,778
    Chile
    Confirmados: 1,235,778
    Ativos: 38,337
    Recuperados: 1,170,437
    Óbitos: 27,004
  • Paraguay 294,233
    Paraguay
    Confirmados: 294,233
    Ativos: 44,344
    Recuperados: 242,915
    Óbitos: 6,974
  • Uruguay 216,146
    Uruguay
    Confirmados: 216,146
    Ativos: 25,961
    Recuperados: 187,153
    Óbitos: 3,032
  • China 90,746
    China
    Confirmados: 90,746
    Ativos: 300
    Recuperados: 85,810
    Óbitos: 4,636
Notícias

Tele Coronavírus completa 60 dias com mais de 43 mil atendimentos realizados

O serviço de atendimento para triagem e orientação de pessoas com sintomas suspeitos de Covid-19, Tele Coronavírus, completa 60 dias de funcionamento, no domingo, 24 de maio. A plataforma, que funciona de forma gratuita, através do número 155, realizou, nesses dois meses, mais de 43 mil atendimentos, colocando a população em contato direto com voluntários da área médica. 

O serviço vem apresentando demanda crescente no número de ligações. Na última semana, dobrou o número de atendimentos diários comparado a primeira semana, realizando, em média, 1200 atendimentos por dia. As principais queixas dos usuários tem sido tosse, febre e falta de ar. A pesquisadora da Fiocruz Bahia e médica, Viviane Boaventura, que faz parte da coordenação do serviço, chama atenção para uma outra queixa frequente dos pacientes e que está relacionada a infecção pelo SARS-CoV2: a alteração súbita do olfato e paladar. 

A pesquisadora afirma que o serviço está alcançando o objetivo esperado considerando o volume de atendimentos e que cerca de 60% das pessoas não precisam deslocar-se para unidade de saúde, evitando disseminação da doença. “O serviço também está contribuindo para a formação da cultura do voluntariado entre os estudantes, com oportunidade de prestar uma assistência solidária e humana num momento tão difícil vivido por toda a sociedade”, observa Viviane.

Idealizado por pesquisadores e professores da Fiocruz Bahia e Universidade Federal da Bahia (UFBA), com apoio do Governo do Estado, o Tele Coronavírus abrange toda a Bahia. Desde o lançamento, outras iniciativas similares ao 155 foram criadas inspiradas no serviço e com o apoio da equipe idealizadora, a exemplo da rede de apoio a profissionais de saúde mental – Rede Escuta Saúde, que atende profissionais da área de saúde envolvidos no enfrentamento da epidemia (Número de WhatsApp – 99907-3898), e uma rede de teleatendimento na Unicamp (São Paulo). 

Os autores da formulação do projeto disponibilizaram o Plano de Implementação do Tele Coronavírus, caso instituições de outros estados queiram implementar em suas regiões. O documento está disponível no Repositório Institucional da Fiocruz – Arca

Além de Viviane Boaventura, fazem parte da implementação/coordenação do projeto os pesquisadores da Fiocruz Bahia Manoel Barral Netto, Roberto Carreiro, Ricardo Khouri e Pablo Ivan Ramos; os alunos de pós-graduação Thiago Cerqueira Silva e Felipe Torres; os professores de outras instituições Victor Nunes e Camila Vasconcelos (FMB-UFBA), Bernardo Canedo e Sofia Andrade (UNEB); Daniele Canedo (UFRB); e o médico residente Louran Passos. 

Há ainda um grupo responsável pela construção e atualização da ferramenta técnica utilizada pelos alunos para orientações dos pacientes, formado, além de Viviane Boaventura, por Carolina Barbosa (Pro-Ar_UFBA), Álvaro Cruz (UFBA), Aurea Paste (UFBA), Jedson Nascimento (CEREM, Hospital Santa Izabel e CREMEB), Marília  Santini (INI-Fiocruz) e Ivan Paiva (SAMU).

O projeto conta com a colaboração de professores e alunos de escolas médicas das seguintes instituições: Universidade Federal da Bahia – UFBA, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Universidade do Estado da Bahia – UNEB, Universidade Estadual de Feira de Santana – UEFS, Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – UESB, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB, Universidade Federal do Sul da Bahia- UFSB, UNIFACS, Uni-FTC e Unime.  

O Tele Coronavírus conta ainda com o apoio da Associação Bahiana de Medicina, Comissão Estadual de Médicos Residentes e da Fesf Tech. As secretarias estaduais envolvidas são a Secretaria de Saúde (Sesab), de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), do Planejamento (Seplan), de Segurança Pública (SSP), da Administração (Saeb), da Infraestrutura (Seinfra) e Secretaria de Comunicação (Secom).